textos

O FEMININO E OS ESPELHOS

Por Eder Chiodetto (2004)

“A luta se resolve no poema, com o triunfo da imagem que abraça os contrários sem aniquilá-los” (Octávio Paz)

Pesquisadora obsessiva de antigas e modernas técnicas de fotografia, Cris Bierrenbach pauta sua obra na inquietação formal e, muitas vezes, numa abordagem incisiva sobre a representação da figura do feminino. (mais…)

VITRINE VIRTUAL

Por Ricardo Oliveros (2004)

“Não sou mais ou menos igual a uma ou todas as mulheres, sou eu com meu mal-humor, qualidades, simpática, amizade, solidariedade, carência, etc e isso me basta”

(mais…)

LINHAS

Por Margot Pavan (1997)

Colocar na superfície velada de um filme o fluxo do tempo. Colocar uma paisagem em conserva.  Fazer um registro daquilo que se foi. Do imenso mar das cotidianas  imagens fotojornalísticas saem paisagens áridas, eminentemente geográficas, sobre a pele.

À distância aérea, daquela altura na qual é possível se jogar de pára-quedas, vê-se linhas escuras e escassas sobre um fundo branco, sangrando as bordas. (mais…)

A MEMÓRIA GRUDA NO CORPO

Por Felipe Chaimovich (1996)

As técnicas caseiras de preservação da memória são um domínio guardado pelas mulheres. As tradições  manuais e orais mantêm em uso as práticas esquecidas pela história oficial: a vestimenta, as memórias familiares, as semelhanças de parentesco. Esse conjunto de saberes precisos alimenta o trabalho de Cris Bierrenbach. (mais…)